O Menandro e o juiz de Ulianópolis

por O Boca de Jambu

Vejam só essa história: o desembargador Rômulo José Ferreira Nunes, respondendo em exercício pela corregedoria geral do TJ paraense, mandou para o arquivo um pedido de providências protocolado pelo casal Leia Pessoa Freire e Menandro Souza Freire contra o juiz da comarca de Ulianópolis Wendell Wilker Soares dos Santos. A Alegação de Menandro e Lea é que o magistrado teria descumprido decisão proferida em sede de Agravo de Instrumento.

Para refrescar a memória dos leitores, Menandro Freire é um lendário desmatador da Amazônia e um madeireiro com extensa ficha criminal. Só no TJE do Pará são mais de 90 os processos envolvendo Menandro. Apontado como um dos mentores da chamada “máfia da madeira”, Menandro já foi preso várias vezes e escapou de atentados.

Em 2004, o madeireiro levou um tiro no rosto, tendo escapado da morte por milagre. Em 2012, denunciado como chefe da quadrilha que praticava fraudes no DOF (Documento de Origem Florestal), emitido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) o técnico em contabilidade Menandro Souza Freire foi condenado a 24 anos e oito meses de prisão.

Related Posts

Comentários