A SESPA e o escândalo das diárias

por O Boca de Jambu

Apesar de inúmeras denúncias, segue a farra das diárias na Secretaria de Saúde do Pará. Apesar da exoneração da “Dama das Diárias”, Milvea Carneiro, catapultada para a gestão da secretaria de saúde Barcarena (ela já recebeu até honraria do Estado), pouca coisa mudou. O que se diz é que, na Vigilância Sanitária, a farra das diárias só mudou o “modus operandi”: o senhor Milton continua sem cumprir seus horários por causa da faculdade. Outros que seguem o mesmo diapasão são as siamesas Dorilea e Lilian,o senhor Simão, vulgo “Senhor Certinho”, a Etiene do DAS, o engenheiro Higor, A Maria Intocável e o senhor Nilson.

O que se diz é que agora, os “diaristas” inventaram outras atividades que são de responsabilidade das secretarias dos municípios. O novo esquema funciona da seguinte forma: No papel são apontadas viagens de 5 dias, sendo que, na realidade, viajam em um dia e voltam no outro. Na “jogada das 4 diárias, quem se dá bem, dizem as más línguas, é o chefe Rui (que se diz protegido por padrinho político).

Em segundo e terceiro lugar estão os servidores Murilo e Davi, responsáveis pelo “monitoramento”. Ainda tem o veterinário, Amilcar, “O Gringo”, e o senhor Mesquita, que ainda permanecem no sistema do “arroz” quando vão “inspecionar”. Há quem diga que, mesmo de Barcarena, a “Dama das Diárias” continua apitando no esquema das diárias da Sespa, tudo com a ajuda do padrinho poderoso que tem nome de sereia. Será ?? 

Related Posts

Comentários