A Rosa Palheta e o salário de campanha

por O Boca de Jambu

Jogada pra lá de ensaiada na prefeitura de Belém: o chefe de gabinete de Edmilson Rodrigues, o companheiro Aldenor Júnior, deu um jeitinho de colocar sua ex-esposa, Leila Rosa Palheta, não por acaso presidente do Psol no Pará, na CODEM, no cargo de Assessora I. Na prática fica tudo em casa uma vez que , de uma só tacada. Palheta, que não bate ponto, recebe um “gordo salário” de R$ 5 mil reais e, de quebra, ainda turbina sua campanha para vereadora em 2024. Isso é que é socialismo !!

Related Posts

Comentários